9º Semana: José e Filinto discutem no hospital; e Batistelli, Jandira e Maria participam de treinamento na guerrilha

9º Semana: José e Filinto discutem no hospital; e Batistelli, Jandira e Maria participam de treinamento na guerrilha

Capítulo 40, segunda-feira, 30 de maio

 

José e Filinto discutem no quarto em que Olivia está internada. A enfermeira Julia pede para os dois manterem a calma, pois Olivia precisa de repouso absoluto. Lobo Guerra diz para Ana que não vai demitir Feliciana. Ana comenta que Feliciana mente, além de maltratar Alice e Lara. Ela para Lobo Guerra escolher entre ela e Feliciana. Ao chegar no quarto de Alice e Lara, Ana diz a Feliciana que se as meninas se queixarem dela mais uma vez ela está na rua. Aranha e Fritz interrogam padre Inácio no Dops. Maria, Jandira, Batistelli e padre Bento conseguem passar pela fronteira. Beto Grande recebe seus amigos na cantina para comemorar a liberdade. João diz a Stela que tem certeza de que é o pai do filho dela. Luís tenta acalmar Lola, que está preocupada com a partida de Bartolomeu. Aranha e Fritz vão à casa de Lola e Luís procurar subversivos. Marina pede para Marcela parar de seduzi-la e diz que sente atração por homens. José Guerra vai à casa de Thiago e Lúcia. Ingênua, Nina fala sobre as organizações revolucionárias a Telmo. Ele diz que gostaria de participar das reuniões. José pede a Thiago e Lúcia para encaminhar uma carta a Maria. Lúcia fica desconfiada. José diz que é uma carta de amor. É março de 1965! No Hospital das Forças Armadas, Olivia continua em coma. Filinto pede para a enfermeira Julia deixá-lo sozinho com a mulher. Ele pega um travesseiro para sufocá-la.

 

Capítulo 41, terça-feira, 31 de maio

 

Dr. Ruy entra no quarto e Filinto disfarça. José discute com Lobo Guerra sobre o comportamento doentio de Filinto. Batistelli, Jandira e Maria estão em Cuba. Eles participam do treinamento de guerrilha. Batistelli entrega carta de amor de José a Maria. Ela lê a carta e lembra da noite em que os dois fizeram amor. Jandira e Batistelli aconselham Maria a ficar com os pensamentos voltados para a Revolução. Na cantina, Mário e Duarte conversam sobre o espetáculo que estão montando. Eles temem a censura. Mário revela a Duarte que após a estreia vai para Cuba. Duarte questiona o amigo a respeito da paternidade do filho de Stela. Stela revela a João que fez o aborto. Ela começa a sentir fortes dores agudas na barriga. No quartel, os militares se reunem para falar sobre os subversivos. Geraldo Cordeiro, Davi, Bartolomeu, ao lado de guerrilheiros, invadem base militar em Três Passos, no Rio Grande do Sul. Jandira pergunta a Batistelli se a barriga dela está pequena para 4 meses. Batistelli diz que Jandira tem que ir para Havana e ficar sob cuidados médicos. Militar rende Geraldo Cordeiro. Em reunião, Lobo Guerra diz a militares que tem informações de que Fidel Castro teria dado dinheiro a Leonel Brizola para promover a guerrilha no Brasil. No acampamento, Maria fala para Jandira que não consegue parar de pensar em José. Ela está preocupada com o fato de José ter conhecido outra mulher. Por meio de carta, José Guerra pede a padre Inácio que encaminhe correspondência a Maria. Ao chegar em casa, Lúcia presencia Stela passando mal. João conta que a atriz fez aborto. Duarte é levado para o Dops. Em reunião, Tenente Telmo relata aos militares suas experiências ao ficar infiltrado no grupo de teatro. Ele confirma suspeitas de práticas subversivas. No Dops, Duarte é apresentado a Aranha e Fritz.

 

Capítulo 42, quarta-feira, 1º de junho

 

Luís conta a Marta que o Jornal está sofrendo censura. O rapaz revela sua paixão a Marta. Ela diz que está apaixonada por outra pessoa. Heloisa acusa Henrique de ser “dedo-duro” e entregar companheiros. Marcela convida Marina para jantar. Marina aceita o convite, mas desde que seja por amizade. Thiago interrompe as duas. Chateada, Marcela sai da sala. Thiago fala para Marina que sente algo por ela. Os dois são interrompidos por Mário, que dá a notícia de que Duarte foi levado ao Dops. Marina convida Mário para tomar um vinho, pois ele está muito tenso. Thiago fica sem graça. Coronel Santos conta a Lobo Guerra que uma base militar em Três Passos, no Rio Grande do Sul, foi invadida por subversivos. Em Cuba, Maria escreve carta para José. Ela descreve sua rotina no acampamento, seus ideais e sobre o amor que sente por ele. José Guerra desafia Lobo Guerra ao dizer que ele nunca suja as mãos. Feliciana volta a ameaçar Lara e Alice. Mário conta a Miriam, Beto e Nina que Duarte foi levado para o Dops. João também chega com uma notícia ruim e diz que Stela foi parar o Hospital, pois fez o aborto. Aranha e Fritz interrogam Duarte. O delegado está com uma cópia do texto que o grupo pretende montar. Duarte confirma a autoria. Ele é levado para a sala de torturas. No acampamento, Jandira sente dores fortes no ventre. Ela começa a sangrar.

 

Capítulo 43, quinta-feira, 02 de junho

 

Feliciana coloca substância na bebida de Ana. Jandira diz a Batistelli que teme perder o bebê. Teimosa, Jandira não quer ir para o hospital. Na redação do Jornal, Marina fica pensando em Mário. No Dops, Duarte é interrogado por Aranha. O delegado questiona o texto da peça que o grupo Vanguarda está montando. Dra. Marcela vai ao Dops com habeas corpus para soltar Duarte. Aranha faz ameaças a Marcela e diz que Duarte não está nas dependências do Dops. João e Mário conversam sobre o aborto que Stela fez. O grupo Vanguarda decide fazer um ensaio geral para a censura. Ana sente fortes dores e acusa Feliciana de tê-la envenenado. Filinto chama ambulância para socorrer mãe. Dr. Ruy toca Olivia, que está em coma no hospital. Julia entra no quarto e o médico disfarça. Ana diz a Lobo Guerra que Feliciana a envenenou. No acampamento em Cuba, Jandira se sente melhor. A guerrilheira convida Maria para ser madrinha de seu bebê. Batistelli diz que é melhor Jandira ir para a cidade. José não consegue tirar Maria de seus pensamentos. Geraldo Corteiro e Bartolomeu transmitem textos de Leonel Brizola pela rádio, em Três Passos, no Rio Grande do Sul. Davi conta aos dois que tropas militares estão fechando o cerco.

 

Capítulo 44, sexta-feira, 03 de junho

 

Lola lê cartas de tarô para Luís. Ela diz que tem uma garota apaixonada por ele. Bete revela a Marta que Luís é apaixonado por ela. Marta diz que o coração dela está em outro lugar. Heloisa e Henrique discutem. Ele diz que o pai dela é médico do Dops. Padre Bento diz a padre Inácio que ele não deveria se intrometer na história de amor entre Maria e José. Feliciana diz para Lara e Alice esquecerem Ana, pois ela é a dona da casa. Ana diz a Dr. Ruy que Feliciana a envenenou. O médico decide removê-la para o Hospital das Forças Armadas para fazer exames. Olivia mexe os dedos da mão. Julia vê. Padre Bento diz a padre Inácio que não pode entregar a carta de José a Maria. Geraldo Cordeiro, Davi e Bartolomeu fazem reféns na rádio. Geraldo continua seu discurso. Marta diz a Bete que Luís não a merece. Lola tem um pressentimento ruim. Heloisa e Henrique se beijam. Fritz pergunta a Duarte qual a pretensão do grupo de teatro Vanguarda. Aranha pede para Cardoso colocar Dra. Marcela para fora do Dops. A advogada exige visitar as celas do Dops. Ao levar Marcela para a carceragem, Aranha a prende.