4ª Semana: Maria sofre tentativa de atropelamento; e José briga com Filinto

4ª Semana: Maria sofre tentativa de atropelamento; e José briga com Filinto

Capítulo 15, segunda-feira, 25 de abril

 

Geraldo é colocado bo pau de arara. Delegado Aranha o tortura, mas Geraldo resiste e não entrega os nomes de seus companheiros. General Lobo Guerra procura arma em seu gabinete para enfrentar o Coronel Demóstenes. Enciumado, Batistelli fala para Jandira que a viu fazendo carinho em Bartolomeu. O jovem guerrilheiro diz a Batistelli que jamais o trairia e pede desculpas. Mário aconselha Nina a se preservar e não dizer a ninguém sobre o Movimento. Batistelli pede para Bartolomeu não dizer os nomes dos companheiros caso aconteça alguma coisa em sua missão. Delegado Aranha recebe a notícia sobre a fuga de Demóstenes do hospital do Exército. Davi chega ao sítio de Jandira e Batistelli para cumprir a missão ao lado de Bartolomeu. Davi informa o casal guerrilheiro que as coisas na cidade vão de mal a pior. Nina e Mário entregam livros para Stela ler. A bela atriz da companhia de teatro está decidida a se engajar na luta contra a ditadura. Maria Paixão sofre tentativa de atropelamento. José Guerra a salva. Na casa da famílina Guerra, Coronel Demóstenes aponta arma para Ana. Procupada com o fato de José ser um militar, Maria diz que não quer morrer por causa dele. General Lobo Guerra chega à sala de sua casa armado para enfrentar Demóstenes, que faz Ana como refém. Por medo, Filinto se esconde no escritório da mansão.

 

Capítulo 16, terça-feira, 26 de abril

 

Delegado Aranha fala com Filinto ao telefone. Filinto conta que está com medo de Demóstenes. José confessa a Maria que é capaz de renunciar seu pai por ela. Maria diz para José ir embora de uma vez por todas e não procurá-la mais. Sádico, Fritz dá choque em Geraldo no Dops. Dra. Marcela diz que Marina está evitando Thiago Paixão. Enciumada, Lúcia diz para Maria que Thiago não a ama mais. Demóstenes e General Lobo Guerra trocam ofensas. O Coronel tem Ana como sua refém. José Guerra chega em casa e vê a mãe como refém de Demóstenes. Miriam é contra a proposta de uma nova montagem do grupo teatral. Maria revela a Lúcia que sofreu tentativa de atropelamento. Lúcia diz que Maria precisa sair do país. José consegue mobilizar Demóstenes para salvar a mãe. General Lobo Guerra atinge Demóstenes no braço. Nina conversa com Beto sobre o encontro com contato da Organização. José chama Lobo Guerra e Filinto de crápulas. José comenta que Maria, a mulher que está apaixonado, sofreu tentativa de atropelamento. José chama Filinto de covarde. Os irmãos partem para a briga.

 

Capítulo 17, quarta-feira, 27 de abril

 

José Guerra sufoca Filinto na frente da família. General aponta arma para José Guerra soltar o irmão. Miriam rompe o namoro com Chico Duarte. Nina convoca Stela para reunião da Organização. Maria revela à mãe que já começou seu treinamento de guerrilha contra a ditadura. Lúcia fica apavorada. General Lobo Guerra manda José soltar Filinto. A família Guerra entra em desacordo. José diz que está em um ninho de cobras e fala que vai embora. Tenente Telmo vigia a casa de Maria. O militar está autorizado a matar a moça. Demóstenes é levado para o hospital do Exército. Delegado Aranha faz uma visita a Demóstenes e diz que ele foi expurgado. Aranha começa a espancá-lo e o joga pela janela e diz que ele cometeu suicídio. Davi e Bartolomeu chegam à cantina para o encontro com Nina, codinome Natasha. General Lobo Guerra dá a notícia à família que Demóstenes cometeu suicídio. Olivia chama Filinto de covarde. Ela leva uma bofetada do marido. Maria comunica o pai que vai para Cuba treinar para a guerrilha. Ela recebe telefonema de José em sua casa, que pergunta se ela recebeu o cartão.

 

Capítulo 18, quinta-feira, 28 de abril

 

Ao telefone, Maria diz a José que vai viajar para o exterior. Ana diz a General Lobo Guerra e Filinto que não acredita que a tal revolução esteja rumando à democracia. Delegado Aranha fala para Dr. Ruy que Geraldo Cordeiro não pode morrer no Dops. Stela é aprovada para o Movimento Revolucionário. Nina conta a experiência de ter sobrevivido a uma chacina. Thiago entrega arma a Maria. Tenente Telmo está de guarda em frenta à casa da família Paixão. Luis diz para Dra. Marcela que Castelo Branco foi eleito como Presidente. Dra. Marcela revela a Marina que Luis, o aprendiz, ficou preso no Dops na mesma cela que Geraldo Cordeiro. Feliciana conta a Filinto que Olivia foi à escola de Alice e Lara Fiel. Filinto comunica o pai que Olivia foi saber sobre os avós das garotas. Lobo Guerra diz que eles precisam tomar uma providência em relação a Olivia. Dr. Ruy diz a Aranha que Geraldo está morrendo. Delegado Aranha discute com Fritz por ter espancado Geraldo, pois a imprensa “vai cair em cima do Dops”. Encapuzado, Tenente Telmo invade a casa de Maria. Ela e a mãe se escondem.

 

Capítulo 19, sexta-feira, 29 de abril

 

Tenente Telmo encontra Lúcia escondida atrás de móvel. Ele aponta arma contra a cabeça dela e pergunta por Maria. Dr. Ruy aconselha levar Geraldo Cordeiro para o Hospital das Forças Armadas. Olivia conversa com Bianca, a diretora do colégio de Lara e Alice. Bianca conta a Olivia que se lembra de uma vez que os avós das garotas foram buscá-las. Filinto segue Olivia e a vê sair da escola. Ele sequestra a própria mulher e a coloca dentro do carro. Os militares torturam o estudante Henrique Luz. José Guerra intervém. Ao ver a mãe em perigo, Maria sai do esconderijo e enfrenta o Tenente Telmo. Os dois lutam. Lúcia quebra uma garra na cabeça do Tenente. Telmo começa a enforcar Maria, que pega a arma e aponta contra a cabeça dele. José Guerra diz a General Lobo Guerra que acredita que ele esteja envolvido em algum comando paramilitar. Tenente Telmo consegue fugir. Armada, Maria o persegue. Filinto leva Olivia para o galpão de torturas. Dr. Ruy diz para Aranha que Geraldo precisa de alguns dias de descanso. Davi chega ao teatro e conta a João que tentaram assassinar Maria e Lúcia. Depois do ocorrido, Maria diz aos pais que não pode mais ficar no Brasil. Thiago diz que vai mandá-la para o interior ao lado de Jandira e Batistelli enquanto junta dinheiro para comprar passagens para o exterior. Na redação do Jornal Brasileiro, todos assistem ao discurso de posse de Castelo Branco. Ana Guerra fica intrigada com o desaparecimento de Olivia. Aranha e Fritz fazem terror psicológico com Olivia no galpão de torturas. Batistelli e Jandira ensinam jovens a manejar armas e atirar. Maria está entre os jovens. Eles planejam libertar Geraldo Cordeiro, que está preso no hospital das Forças Armadas.