Nova novela do SBT tem estreia interessante

07-04-2011 12:11
 

 

por Flávio Ricco, publicado originalmente no UOL Televisão / Foto: Lourival Ribeiro (SBT)

 

José Guerra e Maria Paixão

“Amor e Revolução” estreou terça-feira (5) no SBT e, de início, passou a melhor das impressões. Novela, obra aberta e com cento e tantos capítulos pela frente, não pode e nem deve ser analisada pelos seus primeiros capítulos. O bom juízo recomenda o contrário, mas saltou aos olhos de quem viu a qualidade observada em sua realização, comparada a de outras produções da mesma emissora.

Há um trabalho diferente na maioria das cenas, com direção e marcações corretas de atores e câmeras. Luz interessante e capricho na escolha dos atores, embora alguns ainda sem domínio de seus personagens. Mas houve nesta seleção do elenco a sabedoria de se resgatar muita gente boa que, inexplicavelmente, estava fora do ar.

O problema é que o “alto-falante” do SBT não é mais o mesmo. Fosse em outros tempos, ou em outra emissora hoje melhor situada, chegaria e permaneceria na casa dos dois dígitos até com alguma facilidade.

Quanto a este aspecto, e para sentir melhor a reação do público, é preciso esperar um pouco e aguardar o que ainda virá nas próximas duas ou três semanas.

De qualquer maneira, a primeira impressão, repito, foi das mais interessantes.