Luciana Vendramini e Giselle Tigre se beijam em "Amor e Revolução"

04-05-2011 23:40

publicado originalmente no site QUEM ACONTECE e no site do SBT

Foto: Lourival Ribeiro (SBT)

Luciana Vendramini e Giselle Tigre deram um beijo na boca para uma cena de suas personagens na novela "Amor e Revolução". No capítulo, previsto pelo SBT de ir ao ar no próximo dia 11, Marcela (Luciana) conta a Marina (Giselle), na sala da redação do fictício jornal "O Brasileiro", que tem uma amiga homossexual interessada nela. Marina pergunta se essa mulher é a própria Marcela, que fica desconcertada e com medo de perder a melhor amiga por conta da confissão. Ela revela sua paixão por Marina e pede um beijo. Logo após ter o pedido atendido, Marcela pergunta se tem alguma chance, mas Marina fica reticente.

Em entrevista ao jornal "O Dia", no último dia 17, Luciana falou sobre o beijo. “Acho que pode ser inusitado para uma cena de novela, mas na vida vemos isso com frequência. Acho (o beijo) mais bonito entre duas mulheres, tem a plástica da beleza e deixa tudo com um clima mais fetichista. Os filmes que assisti com cenas entre mulheres foram extremamente elegantes e bonitos, como ‘Henry e June’”.

...Giselle falou ao site do SBT sobre beijo gay

"Além de liberal e determinada a Marina se mostrará uma mulher apaixonada não medindo esforços em busca de sua felicidade afetiva. Passará pela cabeça dela, inclusive, romper as barreiras do preconceito quando descobrir que sua melhor amiga, a advogada Marcela, sente paixão por ela. Acho importante debater este tema também. Afinal, se estamos falando em liberdade cabe a cada um de nós refletirmos para aprender a conviver com as diferenças e lutar sempre pelo direito de cada um ser quem é. 

Espero que a novela marque a história da teledramaturgia pela coragem e ousadia de falar sobre um tema que há pouquíssimo tempo era proibido. Meu maior desejo é a apreciação dos telespectadores. Viva a liberdade e a tolerância!! Recordar a época da ditadura é resistir mais uma vez para que as futuras gerações jamais tenham que passar por isso novamente."