93º Capítulo (Quinta): José e Maria trocam olhares na Serra do Caparaó

11-08-2011 00:15

Fotos: Lourival Ribeiro/SBT

Os militares começam a subir a Serra do Caparaó para capturar os guerrilheiros. José está entre o grupo de militares. Nina continua desconfiada de que Telmo entregou aos militares a estratégia de guerrilha na Serra do Caparaó. Evasivo, Telmo a tranquiliza e promete protegê-la. Os militares chegam à Serra e trocam tiros com os guerrilheiros, que são capturados. Maria e Batistelli conseguem fugir pela mata. Batistelli não se sente bem por conta da febre. José e um grupo de militares entram na mata em busca deles. Aflita, Lúcia conta a Jandira que colocou a vida de Maria em risco, pois Paulo (Tavares) é um militar. Maria e Batistelli são cercados pelos militares na mata. Sem reconhecê-los, José grita para os dois largarem as armas. Maria brada que eles não vão se render. José reconhece a voz dela.

Davi e Bartolomeu chegam à mata, dão cobertura a Batistelli e Maria e trocam tiros com os militares. Batistelli aponta arma contra José, mas Maria não o deixa atirar. Hércules é atingido. Nina pergunta a Telmo se ele é militar da repressão. Os dois passam de carro por militares e Telmo acena para eles. Intrigada, Nina pergunta por que os militares não os pararam. José vê Maria camuflada em arbusto. Os dois trocam olhares. José abre caminho para os guerrilheiros ao dizer para a tropa de militares seguir. Maria afirma a Batistelli que José os livrou dos militares. Miriam diz a Ana que quer dar logo um filho a José. Ana pede para Miriam ter paciência. Lobo Guerra e Feliciana se encontram. O general diz para Feliciana que Ana está desconfiada de que é ela a autora dos telefonemas anônimos e as ameaças. Inquisitivo, o general diz para Feliciana não tentar nada contra sua família. Lobo Guerra bate em Feliciana e a humilha ao dizer que só a quer como amante.

 

Amor e Revolução vai ao ar após o Programa do Ratinho no SBT.