45º Capítulo (Segunda): Chocada com o aborto de Stela, Lúcia diz que quer sair do país

05-06-2011 19:32

Fotos: Lourival Ribeiro (SBT)

No Jornal, Marina comenta com Ivone que se preocupa com Marcela. Thiago diz a Lúcia que está em choque com o aborto que Stela fez. Lúcia diz que está com vontade de ir embora para o exterior. Ela diz que Thiago pode tentar uma vaga como correspondente internacional. O grupo de teatro Vanguarda pensa em ensaiar a peça para a censura sem a presença de Duarte. Por conta das opiniões diferentes, Nina e Miriam têm uma discussão. No quartel, José recebe ligação de Filinto, que o informa sobre o estado de saúde da mãe. Autoritária, Feliciana impõe regras a Lara e Alice. Filinto diz para Feliciana não tocar nas meninas e fala que depois quer conversar com ela em particular. Ana é levada ao Hospital das Forças Armadas.

Dr. Ruy a examina. Dissimulada, Feliciana diz para Lobo Guerra que Ana precisa de tratamento médico, pois ela tem tido alucinações visuais. Oferecida, Ana se coloca ao dispor dos serviços de General Lobo Guerra. Marcela pede para Aranha tirá-la da cela do Dops. Ela grita e pede por socorro. O delegado a chama de prepotente. Fritz usa seus métodos terroristas para interrogar Duarte, que acaba entregando o nome de Nina. Os militares invadem a rádio que Geraldo Cordeiro, Davi e Bartolomeu ocuparam. Marina e Mário conversam na redação do Jornal O Brasileiro.

Ela o oferece uma taça de vinho. Apreensiva, Lúcia diz a Thiago que teme pela peça que João está ensaiando com o grupo Vanguarda. Marcela não esmorece sob as ameaças de Aranha. Ela exige que ele a solte. Sádico, Fritz faz ameaças a Duarte, que fala nos nomes de Stela, Nina e Telmo. Manipuladora, Feliciana diz ao General Lobo Guerra que Ana é capaz de traí-lo para defender José e Olivia. Lobo Guerra decide ir ao Hospital fazer uma visita a Ana. Feliciana fica sozinha com as garotas Lara e Alice.

"Amor e Revolução" vai ao de segunda à sexta após o Programa do Ratinho, no SBT.