43º Capítulo (Quinta): Ana diz a Lobo Guerra que Feliciana a envenenou; e Dra. Marcela enfrenta o Delegado Aranha e pede que ele solte Duarte

02-06-2011 00:22

Fotos: Lourival Ribeiro (SBT)

Feliciana coloca substância na bebida de Ana. Jandira diz a Batistelli que teme perder o bebê. Teimosa, Jandira não quer ir para o hospital. Na redação do Jornal, Marina fica pensando em Mário. No Dops, Duarte é interrogado por Aranha. O delegado questiona o texto da peça que o grupo Vanguarda está montando. Dra. Marcela vai ao Dops com habeas corpus para soltar Duarte. Aranha faz ameaças a Marcela e diz que Duarte não está nas dependências do Dops. João e Mário conversam sobre o aborto que Stela fez. O grupo Vanguarda decide fazer um ensaio geral para a censura.

Ana sente fortes dores e acusa Feliciana de tê-la envenenado. Filinto chama ambulância para socorrer mãe. Dr. Ruy toca Olivia, que está em coma no hospital. Julia entra no quarto e o médico disfarça. Ana diz a Lobo Guerra que Feliciana a envenenou. No acampamento em Cuba, Jandira se sente melhor. A guerrilheira convida Maria para ser madrinha de seu bebê. Batistelli diz que é melhor Jandira ir para a cidade. José não consegue tirar Maria de seus pensamentos. Geraldo Corteiro e Bartolomeu transmitem textos de Leonel Brizola pela rádio, em Três Passos, no Rio Grande do Sul. Davi conta aos dois que tropas militares estão fechando o cerco. 

 

"Amor e Revolução" vai ao de segunda à sexta após o Programa do Ratinho, no SBT.