154º Capítulo (Sexta): Policiais mascarados espacam os atores e explodem o teatro

04-11-2011 21:34

Foto: Lourival Ribeiro (SBT)

Marcela leva seus pais ao teatro. Marina está um pouco incomodada. Os enfermeiros chegam com Filinto baleado no hospital. Ana diz a Lobo Guerra que está preocupada com Filinto. Os dois têm uma discussão. O general culpa José pelo sequestro de Filinto. Juliana telefona para Lobo Guerra e o avisa que Filinto foi encontrado baleado e está no Hospital das Forças Armadas. Ana e Lobo Guerra decidem ir para o hospital ver o filho. Inconformada, Olivia fala a Telmo que não quer acreditar que Filinto saiu vivo do “aparelho”. Telmo consola Olivia. Ao ver os dois, Nina fica enciumada. Telmo tenta tranquilizar Nina e diz que ela não tem motivos para sentir ciúmes. Nina pede para Telmo explicar sobre a participação dele no Comando de Caça aos Comunistas. Aranha chega com policiais ao teatro de Vanguarda. Os policiais mascarados espancam os atores e quebram o teatro. Jandira afirma a Batistelli que eles serão procurados por Lobo Guerra com toda a fúria, pois Filinto foi baleado. Jandira acusa Batistelli de defender a atitude de Olivia. Mascarados, os policiais explodem o teatro. João e Stela são levados para o Dops. Maria e José conversam ao telefone. Duarte e Beto estão machucados. Na cantina de Beto, os atores notam a ausência de Stela e João. No galpão de tortura do Dops, Stela e João são aterrorizados por Aranha e Fritz.